Road-movie argentino e sátira portuguesa estreiam na Cinemateca e Cine Guarani

/, Cinema, Eventos Culturais/Road-movie argentino e sátira portuguesa estreiam na Cinemateca e Cine Guarani

Os filmes ficam em cartaz durante o mês de março

Cena do filme argentino “As Filhas do Fogo”, que fica em cartaz na Cinemateca até o dia 27 de março. Foto: Divulgação

Um grupo de mulheres com desejos que desafiam as regras e uma jornada em busca de novas formas de se relacionar. Este é o mote do road-movie argentino As Filhas do Fogo, dirigido por Albertina Carri, que estreia no Brasil nesta quinta-feira, 14 de março. A Cinemateca de Curitiba integra as salas selecionadas para o lançamento nacional do premiado longa-metragem. As sessões ocorrem até o dia 27 de março (com exceção dos dias 15, 20, 21 e 22), sempre às 19h. A classificação etária é 18 anos.

O filme, que se passa na Patagônia argentina, explora uma jornada poliamorosa iniciada por três mulheres. Antes de estrear em circuito comercial no Brasil, o longa circulou e foi premiado em festivais importantes mundo afora, como Bafici 2018, San Sebastián Film Festival, Festival de Roterdã, Festival do Rio e Festival Mix Brasil 2018.

A diretora, Albertina Carri, é uma das personalidades que ajudaram a consolidar o conceito “Nuevo Cine Argentino” (novo cinema argentino). Ela se destaca por sua versatilidade e constante pesquisa abrangendo vários gêneros, que vão desde o Film Noir ao documentário, passando pela ficção, o melodrama pornográfico e o drama familiar. Diretora, produtora e roteirista, nasceu em Buenos Aires, em 1973, onde atualmente trabalha e vive.

Os ingressos para a Cinemateca de Curitiba custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). O endereço é Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco.

Sátira portuguesa
Outra estreia desta quinta-feira, é o longa-metragem “Diamantino”, uma coprodução entre Portugal, França e Brasil, que apresenta uma sátira em torno de uma celebridade do futebol (inspirado no jogador português Cristiano Ronaldo). O filme fica em cartaz no Cine Guarani até o dia 20 de março, com sessões sempre às 16h. A classificação etária é 14 anos.

O longa, dos diretores do português Gabriel Abrantes e do norte-americano Daniel Schmidt, conta a história de Diamantino (Carloto Cotta, cópia fiel de Cristiano Ronaldo), o maior jogador de futebol do mundo, que perde seu talento e encerra sua carreira em desgraça.

A história mostra a imaginação infantil de Diamantino, que enxerga gigantescos cãezinhos felpudos envoltos em névoa cor-de-rosa quando está em campo, e as armações de suas irmãs gêmeas que passam a gerenciar sua carreira e permitem que ele se torne uma experiência peseudo-científica para ser clonado. Em busca de um novo propósito na vida, o ícone internacional embarca numa odisseia delirante, onde ele enfrenta o neofascismo, a crise dos refugiados, mutações genéticas, e a busca pela origem de seu gênio.

Lançado em dezembro, Diamantino foi vencedor da 57º Semana da Crítica de Cannes, em 2018 e apresentado no Festival de Toronto, na Mostra de Cinema de São Paulo e Festival do Rio, entre outros.

Os ingressos no Cine Guarani custam R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada). O endereço é Avenida República Argentina, 3430, dentro do Portão Cultural.

2019-03-16T17:31:24-03:00 13 março - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta