Quem mexeu na minha bagunça: Seja o senhor do seu tempo

///Quem mexeu na minha bagunça: Seja o senhor do seu tempo

Você sente que não tem tempo para fazer a maioria das coisas que deseja ou precisa. Será que é mesmo falta de tempo ou você não está conseguindo definir suas prioridades?


Por Milu Ramiro

Quando falamos de organização, percebemos que o que mais nos aflige é a falta de tempo para fazer tudo o que precisamos e queremos. Mas, será que não temos tempo ou não definimos nossas prioridades?

Você já teve a percepção de, ao acabar a semana, sentir-se angustiado por não ter tido tempo de fazer tudo o que precisava? O fato é que muitas vezes acabamos usando mal o tempo que dedicamos ao trabalho ou mesmo às atividades sociais e familiares.

Para poder controlar nosso dia, existem estratégias que nos fazem gerir com eficiência o tempo. Atualmente, as demandas para divisão de nossa vida são muito grandes e se multiplicam a cada dia: trabalho, educação, família, amigos, lazer, saúde e comunidade. Todas as dimensões da vida nos solicitam e o tempo (escasso) é o acesso para essas demandas.

Assim, para você conseguir administrar tudo isso, é extremamente importante definir com clareza suas prioridades – e tomar providências para que elas sejam atendidas. É preciso lembrar que o passado é história, não muda mais. E o presente é o hoje e o tempo da ação com foco no futuro, nos objetivos que quer estabelecer.

Administrar o tempo não é programar a vida nos mínimos detalhes, mas adquirir controle sobre ela, fazendo o que é importante e prioritário. É necessário planejar, porém você deve ser flexível, fazendo correções de curso, quando necessário. Lembre-se: “quem administra o tempo, colocando-o sobre controle, torna-se senhor dele”.

Quem administra o tempo não é aquele que está o dia inteiro ocupadíssimo. Pelo contrário. Se você vir uma pessoa que trabalha o tempo todo, fica até mais tarde no serviço, leva trabalho para casa à noite e no fim de semana, pode concluir, com certeza, que essa pessoa não sabe administrar seu tempo. Quem sabe fazer isso, geralmente, não vive numa corrida perpétua contra o tempo – geralmente, são pessoas mais produtivas.

Faça uma reflexão e veja se você está conseguindo controlar seu tempo:
1) Está apenas concentrado em trabalhar, deixando para lá outras tarefas básicas para si, como passar mais tempo com sua família ou ver um bom filme?
2) Está constantemente produzindo sem parar para pensar no que está fazendo?
3) Sente-se uma máquina que faz tudo sempre igual?
4) Acumula trabalho ao final do dia, fim de semana e férias. Para você, todos os dias do ano são para trabalhar, pois tem sempre trabalho para fazer.
5) Quando lhe perguntam se está bem, você responde sempre que “tenho tido muito trabalho para fazer, não paro”
6) Começa o dia, mas sente que tem muito para fazer e não sabe por onde começar. Para você, todas as tarefas têm um peso igual e são todas essenciais.

Se respondeu sim para a maioria das perguntas, é sinal de que você não está com controle sobre seu tempo, sua vida.
Vale parar para repensar e criar suas prioridades já.

Marilucia (Milu) Ramiro é jornalista, palestrante e escritora especialista em orientação e desenvolvimento profissional de jovens. É autora do livro “Quem Mexeu na Minha Bagunça?”, em parceria com a psicóloga Celi Piernikarz, e sócia de um projeto com o mesmo nome voltado ao desenvolvimento do hábito da organização de alunos, pais e educadores.

2019-02-14T18:12:14-03:00 14 fevereiro - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta