Quem mexeu na minha bagunça: Reservando um tempo para a criança ser criança

///Quem mexeu na minha bagunça: Reservando um tempo para a criança ser criança

Hoje em dia, as crianças estão cheias de compromissos como os adultos. Mas, é preciso reservar um tempo para elas também aproveitarem a infância

Por Milu Ramiro

Se você tem filhos, vai me entender. Se não tem, mas tem crianças próximas, tipo aquele sobrinho fofo, vai conseguir me entender também.

Nossas crianças hoje têm agenda de adulto. Horário da aula, almoço, aula de judô, futebol inglês, Kumon, ballet, natação, xadrez. Volta para casa, lição de casa, fazer o trabalho, estudar para prova. Ainda bem que o sábado já está chegando, ops, só que já têm exames de laboratório de rotina agendados para às 8h, depois compras, festinha da amiga e domingo estudar para provas e visitar a avó.

Perceberam como o que eu disse no início? Criança têm agenda de adulto. Por isso, elas também precisam começar a cuidar de seus horários desde cedo, caso contrário, não conseguem dar conta de todos estes compromissos, ficam estressadas muito cedo. Para essas crianças que têm agenda assim, sugiro um controle semanal, fica muito mais fácil para se ter uma visão geral da semana.

Muitas vezes, essa agenda – depois de toda colorida, com as indicações de cada atividade – nos mostra coisas que não percebemos no dia a dia. Assim, conseguimos ver o excesso de atividades para nossos pequenos. É certo de que hoje mães e pais trabalham o dia todo, e dar atividades para as crianças, além de lhes oferecer oportunidade de novos aprendizados, não os deixa livres e com tempo ocioso. Mas, vou deixar aqui uma reflexão: será que não estamos sobrecarregando demais nossas crianças muito cedo? Deixar um tempo do dia com horário ocioso também é importante para a criatividade e para o desenvolvimento psicomotor.

Estar com os filhos no seu tempo livre, brincando, jogando ou mesmo vendo um filme, além de deixá-los extremamente felizes, cria a memória afetiva e desenvolve a inteligência emocional.

Então, ajude sua criança a se organizar desde de cedo, crie espaço para o aprendizado, mas procure também deixá-lo livre um pouco e deixar espaço em sua agenda para ficar com seu filho, dividir com ele momentos livres, sem compromisso, sem horário. E, quando estiver com o seu filho, deixe seu celular e notebook de lado. Acredite, vai valer a pena!

 

Marilucia (Milu) Ramiro é jornalista, palestrante e escritora especialista em orientação e desenvolvimento profissional de jovens. É autora do livro “Quem Mexeu na Minha Bagunça?, em parceria com a psicóloga Celi Piernikarz, e sócia de um projeto com o mesmo nome, voltado ao desenvolvimento do hábito da organização de alunos, pais e educadores.

2019-04-23T16:39:07-03:00 23 abril - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta