Índia Cabocla Jurema é tema da exposição “A Guerreira da Pena Dourada”

/, Eventos Culturais, Exposição/Índia Cabocla Jurema é tema da exposição “A Guerreira da Pena Dourada”

Destacando sempre o empoderamento feminino em seus trabalhos, fotógrafa se inspirou na mulher indígena para homenagear um povo com fortes tradições culturais

Foto: Cida Demarchi/Divulgação

No mês em que se comemora o Dia do Índio, o Espaço de Arte Francis Bacon, em Curitiba, recebe a exposição A Guerreira da Pena Dourada, da fotógrafa Cida Demarchi. A mostra apresenta 19 fotografias que se mesclam em nove imagens da Cabocla Jurema e outras dez com representações de diferentes benzedeiras.

No Brasil, o Dia do Índio é celebrado em 19 de abril, data criada para lembrar e fortalecer a identidade do povo indígena das Américas na história e na cultura atual. A temática dessa exposição apresenta ao público a história da Cabocla Jurema, a primeira mulher índia a se tornar Cacique de uma tribo e guerreira nas lutas de seu povo. “A força desta mulher atravessou fronteiras enquanto viveu e se consolidou após a sua morte tornando-se uma grande entidade que atua no âmbito das curas físicas e espirituais. Resgato a figura da benzedeira para alinhavar não apenas a questão da cura, mas, sobretudo, colocar na pauta a questão da inter-relação do conhecimento com vistas a derrubar os preconceitos sobre o crer e o saber”, explica Cida Demarchi.

Com suas fotografias, Cida procura fazer visitantes refletirem sobre as questões sociais que envolvem intolerância e a dificuldade de aceitação do outro. “Eu explorei a questão do mito na figura da Cabocla Jurema (entidade cultuada nas curas físico-espirituais) e a questão da eficácia simbólica nos tratamentos para saúde através da figura da benzedeira, que bebe de várias fontes de conhecimento e crenças para realizar o seu trabalho”, ressalta a fotógrafa que leva a mensagem de que o conhecimento precisa transitar livremente sobre todas as fontes para que possa se desenvolver e amadurecer. “Esta exposição é um convite para uma autoavaliação. Ao passear pelas várias vibrações de cura, será possível refletir sobre todas as doenças de nossa sociedade.”

Sobre a fotógrafa
Cida Demarchi é membro da United Photo Press, uma ONG que atua há 28 anos na divulgação da arte (fotografia, pintura e escultura) através de exposições em museus da Europa e dos Estados Unidos; vice-presidente para o Brasil e curadora para fotografia da International Zarco Academy of Arts e vice-presidente para o Brasil e curadora de arte da IAPAJ – International Association of Plastics Artists in Japan.

A exposição fica em cartaz até o dia 24 de abril. A entrada é gratuita. A visitação pode ser feita de de terça a sexta-feira, das 13h30 às 17h. O Espaço de Arte Francis Bacon – Ordem Rosacruz (AMORC) fica na Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri.

 

2019-04-22T09:44:34-03:00 22 abril - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta