A mostra apresenta a criação de seis artistas

Foto: Kristiane Rothstein

Até o dia 20 de dezembro, o Goethe-Institut apresenta uma exposição de quadrinhos criados por seis artistas de Curitiba inspirados nos desenhos de zoologia e botânica do explorador alemão Alexander von Humboldt, que completaria 250 anos em 2019.

A exposição, que também é parte de uma temporada temática transnacional, organizada pela instituição em toda América Latina, apresenta as criações dos artistas Gustavo Alcindo, Alexandre Baltazar, José Marconi, Fúlvio Pacheco, João Ferreira e José Aguiar, que dirigiu o projeto em Curitiba a convite do Goethe-Institut.

Para conhecer melhor o trabalho de Alexander von Humboldt, que tem mais de 1.500 imagens, ele participou de um workshop da artista Tine Fetz, em São Paulo, e trouxe essa experiência para os artistas convidados do projeto. “Todos eles passaram pela mesma situação que eu: descobrir mais sobre quem era Humboldt e, a partir disso, fazer criações inspiradas nas ilustrações dele. Então, cada um criou imagens, fez exercícios desenhando os animais e depois elaboramos uma narrativa, uma história em quadrinhos”, explica Aguiar.

Todos os quadrinhos estão expostos no no Foyer do Goethe-Institut, localizado na Rua Reinaldino S. de Quadros, 33 – Alto da XV. A visitação é gratuita e pode ser feita de segunda a quinta-feira, das 9h às 18h e nas sextas-feiras, das 9h às 16h. Os trabalhos também estão disponíveis no site da instituição.

SERVIÇO: Exposição de quadrinhos inspirados em nos desenhos de Alexander von Humboldt
Data: até 20 de dezembro (somente de segunda a sexta)
Horário: 9h às 18h (segunda a quinta) e 9h às 16h (sexta)
Local: Goethe-Institut Curitiba | Rua Reinaldino S. de Quadros, 33 – Alto da XV
Entrada gratuita