Os cachorros e gatos também podem contrair gripe mais facilmente no inverno. Confira quais são os sintomas e os cuidados que você deve ter com o seu bichinho

 

Por Jacqueline Felippetto

Os cães e gatos também ficam gripados. A gripe aparece neles, principalmente, no inverno e quando ocorrem mudanças bruscas de temperatura. Os filhotes e animais idosos são mais propensos a contrair a doença.

Nos cachorros, a gripe canina, ou tosse dos cães, costuma ter sintomas como tosse seca, severa e repetitiva e, em alguns casos, falta de apetite e um quadro febril. Geralmente, o tutor descreve que o cachorro parece que está “engasgado”. Essa tosse piora com agitação e com exercício que o animal faz.

Um dos principais causadores dessa gripe é uma bactéria chamada de Bordetella Bronchiseptica, que pode ser transmitida para seres humanos, principalmente, aqueles que têm imunodeficiência, como pessoas que estão fazendo quimioterapia. A doença também é altamente contagiosa entre os cães.

Já nos gatos, a gripe é denominada Rinotraqueíte Viral Felina e os sintomas característicos são espirros, secreção nasal e ocular, febre e falta de apetite.

Tanto em cães como em gatos, a prevenção é a vacinação. Para os cachorros, existe a vacinação intranasal ou injetável, e nos gatos é injetável. Então, fica a dica: siga o esquema de vacinação correto, indicado pelo médico veterinário e previna a gripe em seu bichinho!

Um abraço e até a próxima!

 

 

Jacqueline Felippetto é médica veterinária e atua na área de animais de companhia. Há quase 20 anos, participa de programas de televisão para dar dicas de como cuidar de bichos de estimação, que também são compartilhadas no canal do Youtube, Bichos na TV.