CineMis de setembro tem foco na natureza brasileira

/, De Graça, Eventos Culturais/CineMis de setembro tem foco na natureza brasileira

Serão exibidos filmes que têm a natureza como cenário
ou assunto principal

O documentário Sementes do nosso quintal, de Fernanda Heinz Figueiredo, é um dos filmes que serão exibidos em setembro. Foto: Reprodução

O CineMis, programação permanente de filmes do Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR), exibirá em setembro filmes brasileiros que, de alguma maneira, têm natureza como cenário ou mesmo como assunto principal. As sessões acontecem às terças e quintas-feiras, sempre às 16h. A entrada é gratuita.

A primeira exibição ocorreu no dia 3 de setembro, com Taego Ãwa (2016), de Marcela Borela e Henrique Borela. O longa-metragem é realizado a partir de um encontro com os índios Ãwa na Ilha do Bananal, no estado de Tocantins, suscitado por antigas fitas VHS que documentam a colonização do Brasil Central.

Na quinta, 5 de setembro, em que é comemorado o Dia da Amazônia, será exibido o premiado Hiper mulheres (2012), de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro, uma produção do projeto Vídeo nas Aldeias (VNA), precursor na área de produção audiovisual indígena no Brasil, criado em 1986.

A programação de setembro também inclui o documentário Sob a pata do boi (2018), dirigido por Marcio Isensee Sá. O filme traz um panorama histórico e econômico da pecuária no país e seu impacto ambiental na floresta amazônica. Entre os longas-metragens de ficção incluídos no calendário do mês estão o singelo Jonas e o circo sem lona (2016), de Paula Gomes, e o divertido Apart Horta (2015), assinado por Cecilia Engels. Em ambos, a natureza permeia as relações interpessoais.

Outros filmes que serão exibidos são Baré, povo do rio (2015), de Tatiana Toffoli, que retrata a vida e os costumes dos habitantes do noroeste amazônico falantes do nheengatu, língua difundida pelos carmelitas no período colonial, e A grande nuvem cinza (2016), que acompanha por três anos a vida de cinco famílias plantadoras de tabaco da região Central do Estado. O filme esteve em diversos festivais no Brasil e no mundo, como o Nafa, na Romênia, e o Family Film Project, em Portugal, no qual ganhou o Prêmio do Júri.

Para fechar  a programação do mês, será apresentado Sementes do Nosso Quintal (2014), de Fernanda Heinz Figueiredo, filme que planta uma semente de esperança para o futuro por meio da educação.

Quase todos os filmes de setembro do CineMIS estão na Videocamp, uma plataforma de difusão de filmes de impacto disponibilizados para exibições públicas gratuitas.

“A difusão de imagens e ideias de natureza, seja na forma de documentários investigativos, na observação de povos e culturas ou nas ficções em que a natureza se conecta aos seres de modo sutil, ajuda a promover a consciência do ser humano como parte da natureza e, portanto, como agente responsável de suas ações sobre ela. Paralelamente a isso, deparamo-nos com o Videocamp, essa plataforma de difusão que oferece um conteúdo precioso e diverso”, destaca a a diretora do MIS-PR, Cristiane Senn. A programação tem curadoria da diretora e de Ana Paula Málaga, coordenadora de programação do museu.

O Museu da Imagem e do Som do Paraná fica na Rua Barão do Rio Branco, 395 – Centro. Mais informações pelo telefone (41) 3232-9113

Programação de setembro do CineMIS

3 de setembro
Taego Awa (de Henrique Borela, Marcela Borela, 2016, 75 min
Classificação: 12 anos

5 de setembro
As Hiper Mulheres (de Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro, 2013, 1h20)
Classificação: 12 anos

10 de setembro
Apart Horta (de Cecilia Engels, 2015, 55 min)
Classificação livre

12 de setembro
Sob a pata do boi (de Marcio Isensee e Sá, 2018, 49 min)
Classificação livre

17 de setembro
A grande nuvem cinza (de Marcelo Munhoz, 2016, 1h12
Classificação livre

19 de setembro
Baré, o povo do rio (de Tatiana Toffoli, 2015, 1h03)
Classificação livre

24 de setembro
Jonas e o circo sem lona (de Paula Gomes, 2016, 1h21)
Classificação livre

26 de setembro
Sementes do nosso quintal (de Fernanda Heinz Figueiredo, 2014, 1h56)
Classificação livre

2019-09-04T16:15:32-03:00 04 setembro - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta