Céu do momento: Hora de mudanças e de “botar a mão na massa” 

///Céu do momento: Hora de mudanças e de “botar a mão na massa” 

O período facilita as novas propostas, finanças e mudanças na vida

Por Wilma Soinegg

Com o sol iluminando a casa de Touro, o período pode trazer novas propostas, metas e pode nos ensinar a construir, “botar a mão na massa” e dar forma aos projetos.

Mercúrio também percorre a casa de Touro e facilita o desenvolvimento do tema finanças e transação comercial, de forma geral, e durante esse percurso, Mercúrio se encontra com Urano – o planeta das grandes surpresas, que pede para estarmos flexíveis e abertos às mudanças e controlar a ansiedade. As atividades físicas durante esse período serão bem-vindas.

Temos ainda o encontro de Plutão, Saturno e Nodo Sul (que está relacionado aos temas que se repetem em nossa vida) na casa de Capricórnio. A energia gerada é de confronto. É preciso rever e reconhecer o que não anda bem, o que deve ser exterminado ou reestruturado. O que não foi construído em bases sólidas tende a ruir para dar espaço ao novo. Isso pode ser em diversas áreas da vida: relacionamentos, trabalho, saúde, novas metas a serem atingidas, entre tantos outros. Os mais afetados com esse trânsito serão os capricornianos do terceiro decanato ou aqueles que têm esse signo em seu ascendente ou planetas em capricórnio e a oposição em Câncer, que chamamos de eixo Capricórnio/Câncer.

A partir desta coluna, passarei a dar dicas de como enfrentar melhor cada período utilizando os florais.
Para passar esse período de forma mais tranquila, as indicações são: no Floral de Bach, pode-se optar pelo Impatiens, Agrimony, Larch ou Mimulus. Já nos Florais de Saint Germain, os indicados são Anis, Bambusa, Boa Sorte e Cidreira. Todos eles auxiliam nesse processo de mudança que estamos passando. Deve-se tomar quatro gotas, três vezes ao dia.

Uma boa temporada a todos e um bom período!

 

 

Wilma Soinegg é professora, tem duas filhas, é apaixonada por gatos e astrologia. O primeiro curso que fez sobre o assunto foi em 1986 com o professor Antonio Facciollo Neto, em São Paulo. A partir do primeiro contato com os astros tornou-se uma eterna estudante.

2019-05-08T18:27:18-03:00 07 maio - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta