Bruxinhas da Casa Encantada recebem crianças e bebês nas férias

/, Eventos Gerais, Infantil/Bruxinhas da Casa Encantada recebem crianças e bebês nas férias

O espaço tem uma programação especial de férias m todos os dias da semana

Foto: Valdecir Galor/SMCS

As bruxas da Casa Encantada, a biblioteca de literatura infantujuvenil do Bosque Alemão, no Vista Alegre, prepararam uma programação especial para as férias. Cada semana um novo tema é escolhido para inspirar brincadeiras e contações de histórias que acontecem de terça-feira a sexta-feira, às 11h e 15h, e aos finais de semana, às 11h, 14h e 16h.

Nesta sábado, 19, tem varal de poesias e evento temático: os visitantes poderão ir fantasiados ou com adereços coloridos. Já no domingo, 20, o convite é para um dia voltado às tradições gaúchas, apresentadas pela bruxa Uxa.

As brincadeira da Casa Encanta são gratuitas e preparadas para divertir adultos e crianças. Contos de Era Uma Vez, Animais, Poesias, Fábulas, Cirandas estão entre os temas escolhidos como ponto de partida para as atividades que estão ainda mais interativas, com a participação das crianças durante as histórias.

Outra novidade é o espaço para bebês, com livros de pano, com diferentes texturas, sons e fantoches que foram organizados sobre um tapete de retalhos colorido. As publicações ficam ao alcance das pequenas mãozinhas e estimulam bons momentos no ambiente literário.

Fã Clube das Bruxas
Já no expositor, livros instigantes foram cuidadosamente selecionados para apresentar diferentes obras e autores e os interessados podem aderir ao Fã Clube das Bruxas. Uma caixa misteriosa e um mural, com curiosidades sobre as bruxas da Casa Encantada, também têm feito sucesso com a criançada.

“Nunca tinha entrado na casa de uma bruxa e eu amei. É linda e a bruxa é bonita e boa”, comenta Laura Faabis, 4 anos, que mora em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. A garota conheceu o Bosque Alemão acompanhada da mãe, a professora Luciana Faabis. “É um programa especial para fazer com as crianças”, afirma Luciana.

Carolina Pires e Thiago Canestrano vivem na Nova Zelândia e trouxeram os filhos Lucas, 4 anos, e Melissa, 1 ano, para conhecer Curitiba. A Casa Encantada foi um ponto turístico escolhido a dedo. “Eles adoraram, participaram bastante e ficaram muito atentos à história. Também gostaram de percorrer a trilha que cruza o bosque contando a história de João e Maria”, aponta Thiago.

O turista contou que ficou impressionado com a conservação do parque. “É muito bem mantido e limpo, com fácil acesso e perfeito para um passatempo em família”, observa.

Missão especial
Outra turista que aprovou o programa de férias foi Helena Schimidt, 6 anos, que veio de Barra do Ribeiro, no Rio Grande do Sul, com uma missão especial: entregar sua chupeta para a bruxa. Filha do curitibano Ivan Schimidt, a menina já conhecia a Casa Encantada e a tradição do lugar de receber chupetas e mamadeiras que são depositadas espontaneamente pelas crianças no caldeirão das bruxas. “Elas fazem creme para o rosto com a baba das crianças que ficam nas chupetas”, contou a garota depois de participar do ritual de entrega da chupeta, depositada no caldeirão da bruxa Megan.

“É uma forma das crianças se despedirem dos objetos quando eles deixam de ter importância para elas. Uma brincadeira que as auxilia a superar esse momento com alegria”, explica a bruxa Megan, interpretada pela professora Mayara Favretto, da rede municipal de ensino.

Para os curitibanos, a visita na casa Encantada também é uma opção divertida nas férias. A funcionária pública Fernanda Silva e o autônomo Fernando Noering aproveitaram a folga no trabalho para levar a filha, Ana Beatriz, de 3 anos, para conhecer o parque. “É um programa delicioso, que coloca a gente em contato com a cultura e a natureza. Um lugar lindo e muito agradável”, destaca.

Os três chegaram à Casa Encantada depois de passarem pela entrada do Bosque Alemão, com a reprodução da fachada da Casa Mila, construção germânica do início do século 20, e pela trilha de painéis com versos do conto João e Maria, escrito pelos Irmãos Grimm.

A casa integra as 194 unidades da Rede Municipal de Bibliotecas Escolares da Secretaria da Educação, com um acervo de 2,3 mil livros para empréstimos com ênfase à literatura infantil e infantojuvenil, além dos exemplares alemães, doados pelos usuários e comunidade. Funciona sob a coordenação da Gerência de Faróis do Saber e Bibliotecas, da Secretaria Municipal da Educação.

O Bosque Alemão é um dos pontos turísticos de grande visitação da cidade. Curitibanos e turistas também podem desfrutar atrações como o Oratório de Bach, o bosque de mata atlântica nativa preservada e o mirante com vista de Curitiba e da Serra do Mar.

2019-01-28T12:01:36+00:00 28 janeiro - 2019 |0 Comentários

Deixe uma resposta